• 61 3964 7889
  • SIA Trecho 03/04 - Lt 625/695 Sala 301-B, SIA Centro Empresarial - CEP 71200-030 - Brasília, DF

Incômodo nas articulações ao fazer tarefas simples? Pode ser artrose!

Subir escadas, utilizar uma tesoura ou até mesmo amarrar os sapatos podem se tornar tarefas dolorosas para os portadores de artrose. Também conhecida como osteoartrite, a artrose é uma doença que ataca principalmente as articulações das mãos, joelhos, coluna e quadris, causando o desgaste da cartilagem e atingindo também ligamentos, membrana sinovial e líquido sinovial.

O uso em excesso de uma articulação pode acarretar no surgimento da artrose, que pode ser desenvolvida também pelo envelhecimento natural do organismo ou como consequência de alguma doença como obesidade, diabetes ou distúrbios hormonais. Também se manifesta a partir de movimentos repetitivos diários, como em atividades realizadas por trabalhadores em linha, atletas de alto rendimento, professores, etc. Na grande maioria dos casos, as maiores portadoras da doença são as mulheres.

A artrose piora progressivamente com o tempo e não existe cura definitiva. Mesmo assim, os tratamentos podem retardar a progressão da doença, aliviar a dor e melhorar a função articular.

Como saber se tenho artrose?

A intensidade com que os sintomas se apresentam pode variar de pessoa para pessoa e, por isso, a doença pode ser detectada no início ou demorar anos para ser diagnosticada.

O mais comum entre os sintomas apresentados é a dor intermitente nas articulações afetadas, cuja intensidade geralmente aumenta no final do dia, seguido por inchaço, calor e rangidos, assim como rigidez articular, que pode surgir após longos períodos de repouso (durante o sono, muito tempo sentado etc.).

Na coluna vertebral, a artrose se manifesta através de dores no pescoço, no dorso ou na região lombar. Já nos dedos das mãos, provoca a formação de nódulos duros nas articulações, causando deformações. Nos joelhos e quadril, provoca alterações estruturais que podem comprometer os movimentos.

Ao perceber quaisquer destes sintomas, é importante passar por consulta a um médico ortopedista, que solicitará uma série de exames clínicos e de imagens.

Como tratar a artrose?

Após o diagnóstico, o médico avaliará a necessidade do uso de medicamentos. Para casos mais sérios, são necessárias intervenções cirúrgicas e a colocação de próteses. Além disso, é importante destacar a fisioterapia e a prática de exercícios sem impacto como métodos que ajudam a prevenir a perda ou a limitação dos movimentos das articulações.

Previna-se

É sempre bom ressaltar que músculos mais fortes ajudam a proteger as articulações, mas evite apenas exercícios com alto grau de impacto. Tenha uma alimentação saudável e balanceada, a fim de evitar problemas como o sobrepeso ou até mesmo a obesidade, fatores que sobrecarregam as articulações e podem acelerar o desenvolvimento da artrose.

Faça pequenos intervalos durante as jornadas de trabalho ou de treinamentos que necessitam de esforços e movimentos repetitivos.


« voltar